Sem categoria

Pequenos Guardiões da Natureza

24 Mai , 2018  

Comprometemo-nos a preservar o futuro do nosso planeta. No ano passado, tornámo-nos Guardiões da Natureza e decidimos receber sob a nossa tutela alguns aprendizes. Passámos o dia a fazer bombas de sementes com os alunos da 3ª e 4ª séries do Centro Escolar de Santiago, ensinando-lhes mais sobre a natureza e o que podemos fazer para garantir a sua preservação. O sucesso foi tal, tanto com as crianças como com os nossos voluntários, que decidimos expandi-lo para outras escolas. E foi exatamente o que fizemos na Escola Básica das Barrocas, na Escola Básica da Glória e na Escola Básica da Vera-Cruz.

Durante o mês de maio, podiam encontrar-nos a trabalhar lado-a-lado com crianças dos 7 aos 9 anos a produzir o maior número possível de bombas de sementes. O Núcleo de Estudantes de Biologia da Associação Académica da Universidade de Aveiro foi um parceiro fantástico. Alguns de seus colaboradores tornaram-se Guardiões e ajudaram a garantir que todos aprendiam o máximo possível enquanto se divertiam. Já estamos a pensar em expandir para mais escolas na região.

Falando em parceiros, tudo isto foi possível porque nos unimos à Sementes de Portugal e à Argex. Eles foram gentis o suficiente para doar as sementes e argila que usámos. A Sementes de Portugal dedica-se a promover e reconhecer a importância da nossa flora, bem como incentivar as pessoas a participarem nestes processos. A Argex faz parte do maior grupo de cerâmicas estruturais de Portugal, que vem expandindo o seu negócio há décadas. Entre procurar as argilas mais apropriadas e empregar a mais recente tecnologia para garantir padrões de qualidade cada vez maiores para os seus produtos, conseguiram ainda encontrar tempo para nos ajudar. Estamos muito agradecidos a ambos. E claro que não nos podíamos esquecer do IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P.

Aveiro teve alguns anos difíceis quando se trata de incêndios florestais, mas agora existem centenas de bombas de sementes prontas para ser lançadas e reconquistar tantos campos abandonados e destruídos quanto possível. Passo a passo, uma escola de cada vez, vamos reconstruir parte do que foi perdido e criar um futuro melhor e mais verde. As crianças estão fazendo a sua parte. E tu estás?

Por
Associação para a promoção da cidadania ativa