• Desenvolvimento Sustentável

O Plantar o Futuro Está de Regresso!

Sejam a semente de hoje, que trará amanhã uma vasta floresta. Enraízem a vontade de plantar a mudança. Reguem pequenas ações que reajam com o sistema criando uma rede de alterações positivas. O futuro é plantado por todos e cada um de nós

Tempo estimado de leitura: 2 minutos e 42 segundos

© Pedro Cerqueira

Sabem como os escritores do romantismo nos levam a crer que tudo na natureza é mais belo? Que todos os nossos problemas se resolvem refugiando-nos no natural; como estar em contacto com a natureza parece ser o remédio para todos os grandes males. Por sua vez, os naturalistas dizem que a natureza é intempestiva, completamente inconsciente da nossa existência e que, na verdade, nos destruirá com facilidade. Devo dizer que ambos os prismas parecem corretos. Ora analisemos isto.

Comecemos com um exemplo prático: Plantar o Futuro. Este projeto já não é novidade alguma por terras de ria e é o exemplo perfeito do que vos apresentei acima. Pois bem, esta quarta feira, dia 20 de outubro, arrancou a 3ª edição desta iniciativa que leva a comunidade académica a largar a teoria e pôr pás à obra.

E que tem isto a ver com as correntes literárias referidas? Tudo, meus caros, tudo. Evidência 1: o projeto tem vindo a repetir-se porque as pessoas entendem a importância da floresta nativa e a sua função. Ao entregar as jovens árvores aos seus “pais adotivos” durante os meses de crescimento, é bem visível o entusiasmo com a nova relação que se aproxima. Assim, ainda que a minha retórica não se assemelhe a Platão, diria que se pode assumir que, de facto, a natureza nos cativa e faz sentir bem. Afinal, quem irá negar uma belíssima penumbra num dia abrasador?

Evidência 2: Os nossos voluntários levantaram-se bem cedo, com um tanto ou quanto de inércia à mistura, para esta que promete ser uma iniciativa que ajuda a “salvar” a natureza. Projetamos as nossas aspirações nesta entidade abstrata e cremos veementemente que tudo irá jogar a nosso favor, afinal é uma boa ação. Errado. Neste que, desenganem-se se pensam que é sarcasmo o que aqui está, foi um belíssimo dia, choveu. Ora, a natureza, irá de facto ser o que é, cega para toda e qualquer ajuda que possa dar aos humanos. 

Este ano o Plantar o Futuro voltou, após uma pausa não desejada, ainda que necessária. Cremos que é necessário temperar as terras de Estarreja novamente com as raízes das nossas pequenas árvores. Apesar dos percalços com a meteorologia, foram cerca de 500 árvores para as casas da comunidade académica criar laços até que seja hora de serem plantadas. 

Seja qual for a corrente que te move, é inegável que o Futuro é plantado hoje e que ainda há muito por plantar. 

O “Plantar o Futuro” é organizado pela Agora Aveiro, em colaboração com o Grupo para a Sustentabilidade da Universidade de Aveiro e o Município de Estarreja. Este conta com os patrocínios da Prio Energy, enquanto “Main Sponsor”, Caetano Auto, enquanto “Golden Sponsor” e Casa Martelo, Grestel e Siro enquanto “Silver Sponsors”. Conta ainda com as parcerias do Núcleo de Estudantes de Biologia - AAUAv, National Geographic Exodus Aveiro Fest, Plate.pt, e Possibility Design. Tem o apoio do Município de Aveiro, do Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas e do Instituto Português do Desporto e Juventude I.P..

Liliana Macedo

09-11-2021