• Inclusão e Sensibilização Social
  • Erasmus+

Mapa Solidário

A que distância te encontras da oportunidade de criar mudança na vida da tua cidade?

© Helder Berenguer

E se fosse possível cartografar o tecido solidário de uma cidade? E se consultar distâncias num mapa despoletasse empatia? E se a escala, a razão entre a distância num mapa e a distância real, se relacionasse com o impacto que o voluntariado representa na vida de uma comunidade?

O que é um mapa solidário?

Durante um mês, os nossos voluntários locais em colaboração com voluntários do Corpo Europeu de Solidariedade desenvolveram um “Mapa Solidário” que pretendeu identificar as diferentes instituições do Concelho de Aveiro que se destacam pelo seu árduo trabalho na área da solidariedade.

Os objetivos deste projeto de mapeamento inicial são dar visibilidade às causas para as quais as nossas instituições parceiras trabalham, conhecer em maior detalhe os desafios que enfrentam no terreno e despertar a consciência da comunidade para os mesmos. Os cartógrafos responsáveis por este mapeamento decidiram ampliar o conceito da solidariedade além das respostas sociais e incluir também as instituições que se movem na área da sustentabilidade, solidariedade e inclusão, inter-geracionalidade e multiculturalismo.

Deste projeto, resultou um mapa conceptual de fácil consulta no qual constam dez instituições que oferecem respostas e prestam serviços à comunidade em várias áreas, bem como a informação necessária para que os futuros voluntários se possam envolver e descobrir mais sobre o trabalho que estas realizam. 

Este mapa representa apenas o começo, um fósforo, do que poderia ser uma rede colaborativa e multidisciplinar entre instituições de solidariedade. Como pode o voluntariado fortalecer as pontes de comunicação entre as diferentes instituições? Como pode a partilha de boas práticas e problemas comuns fortalecer as respostas que o tecido solidário oferece à cidade?

A motivação para a implementação deste projeto partiu da necessidade que identificámos de conectar pessoas com tempo livre e vontade de ajudar e instituições que precisam de reforçar o seu corpo solidário. Reconhecemos a dificuldade que potenciais voluntários podem sentir quando procuram como e onde ajudar e, por isso, decidimos oferecer-lhes um “fósforo-mapa”. Reconhecemos também a falta de visibilidade do terceiro setor e de plataformas de comunicação atualizadas orientadas para incentivar a sociedade civil a voluntariar-se, doar bens específicos em falta nas instituições ou colmatar outras necessidades. 

Este mapa alinha-se ainda com a visão dos cartógrafos da importância de estabelecer sinergias e promover a cultura da colaboração entre as várias “ruas”, “recantos”, “relevos”, “estradas” e “artérias” do tecido solidário do nosso concelho. 

Qual é a natureza da distância?
Que distorção da realidade existe no teu mapa interior?

Jéssica Jacinto

15-01-2021