• Desenvolvimento Sustentável

Pequenos grandes cientistas

Os Guardiões da Natureza desvendam os segredos do mundo microscópico no EcoAventura

Tempo estimado de leitura: 2 minutos e 38 segundos

© Helder Berenguer

Todos os dias temos a oportunidade de observar o mundo que nos rodeia e admirar as plantas e animais que o compõem. Mas temos noção da imensidão de espécies de diferentes origens que habitam o nosso parque? E o que será que se esconde no mundo microscópico?

Numa das bancas mais animalescas do EcoAventura, entre os dias 3 e 5 de Junho, os Guardiões da Natureza estiveram a recrutar ajudantes! Os mais corajosos foram desafiados a desvendar o que não se consegue observar a olho nú através da atividade “O Mundo ao Microscópio”. O primeiro passo foi preparar o material e criar um laboratório ao ar livre: gobelés, crivos, funis, pinças e até um microscópio. Tudo o que os nossos recrutas pudessem precisar para serem verdadeiros cientistas, para analisar os mais variados elementos, desde areia, folhas mortas, penas, flores e até mesmo a própria roupa. 

Hora de arregaçar as mangas! Começámos por crivar a areia de onde surgiram alguns fragmentos de plástico. Muito indignados com a descoberta, os nossos Guardiões decidiram investigar mais a fundo. Com a ajuda de um funil e papel de filtro, filtraram areia dissolvida em água e foram ao microscópio analisar o que ficou retido. O pesadelo dos pequenos cientistas tornou-se realidade, foram encontrados microplásticos e fibras sintéticas. E de onde provêm estes pequenos fragmentos de plástico? E as fibras? O que podemos fazer para atenuar a acumulação destes resíduos no mar e praias? Depois de discutidas estas questões, há mais coisas para analisar.

Uma folha morta parecia desprovida de vida, no entanto os nossos recrutas provaram o contrário! Através do microscópio, conseguiram observar pequenos fungos brancos que se encontravam a ajudar o processo de decomposição. E a roupa foi outra surpresa! O que parecia ser tão liso e uniforme, é na realidade um conjunto de fibras que se cruzam e entrecruzam e criam pequenos buracos. 

As atividades não se ficam por aqui. Para os mais aventureiros tivemos outro desafio, um “Bingo da Natureza”. Neste jogo, os ajudantes foram desafiados a darem um passeio pelo parque ao mesmo tempo que iam descobrindo as espécies representadas nos seus cartões. E, assim que preenchido, “Bingo!”.

Foram 3 dias de muita aprendizagem e diversão onde os novos recrutas dos Guardiões da Natureza puderam aprender sobre a biodiversidade e desvendar alguns dos segredos do mundo microscópico.

O “Guardiões da Natureza” faz parte do projeto “Plantar o Futuro” e tem como parceiro o Núcleo de Estudantes de Biologia - AAUAV. Teve ainda o apoio da Câmara Municipal de Aveiro e do Instituto Português do Desporto e Juventude I.P.

Cátia Lima

05-06-2021