Os Guardiões da Natureza na sua nova missão!

Como o prometido é devido, os Guardiões da Natureza regressaram com bolas de sementes e observações de microplásticos, no dia 28 de setembro, na BioRace Challenge em Estarreja.

© Helder Berenguer

A Biorace é uma atividade onde os inscritos estão em contacto com a Natureza, com desafios, obstáculos naturais, muita lama e diversão. Os Guardiões da Natureza, ao não resistirem a estas palavras, aproveitaram para procurar pequenos aprendizes, porque aprendizes para ajudar a Natureza nunca são demais.

A BioRace não é uma corrida como as outras, os seus participantes procuram desafios, e os Guardiões vieram à altura da ocasião e trouxeram consigo uma atividade extra. Para além das tradicionais e desejadas “Seed bombs”, houve uma nova atividade de observação de microplásticos.

Para quem não sabe, o “Semear o Futuro” tem como objetivo educar e despertar nas crianças uma maior preocupação ambiental, de formas práticas que nos levam a colocar as mãos na terra. Os novos aprendizes, como gostam muito de sujar as mãos, decidiram aprender a fazer seed bombs. “Seed bombs? O que é isso?” perguntavam as crianças. Com os bons Guardiões da Natureza, não faltou a explicação: são bolas de sementes compostas por uma mistura de argila e terra (ou substrato, como os cientistas gostam de lhe chamar), com sementes de alfafa, lavanda, erva-de-são-joão e trevo.Acham que isto não foi suficiente para convencer as crianças? Para ajudar, e como os guardiões gostam de se divertir, decidiram colorir as seed bombs, e os nossos pequenos aprendizes não resistiram e aceitaram o desafio.

Mas porque têm de ser assim? Porque a argila protege as pequenas sementes de condições adversas e animais que as poderiam comer antes de germinar, enquanto que o substrato ajuda a manter a planta viva depois de germinar, fornecendo-lhe os nutrientes necessários. Depois de atiradas para a terra, nos dias de chuva, a argila desfaz-se e as sementes germinam para formar cobertos vegetais.

Estes novos aprendizes, como são curiosos, também passaram pela outra atividade: “Observação dos Microplásticos”. Esta atividade tem como objetivo demonstrar que a poluição pode estar presente, mesmo quando não conseguimos ver indícios de tal. Esta atividade despertou uma maior consciência e precaução ambiental tanto nos mais novos como nos acompanhantes mais crescidos. Os pequenos cientistas, ao observarem, através de um microscópio, várias amostras de areia e água, confirmaram que apesar de não se ver, o plástico está um pouco por todo o lado, e que pode percorrer grandes distâncias.

E foi assim que se acabou um bom dia, com boa disposição e aprendizes de mãos sujas a passar orgulhosamente no teste. Mas isto não quer dizer que a missão acabou. Fiquem atentos porque os nossos Guardiões nunca estão longe!

O "Semear o Futuro" é uma ação integrada no projeto Plantar o Futuro. Conta com o patrocínio da Sementes de Portugal, através da oferta de sementes, e Argex, através da oferta de argila. Tem ainda o apoio do Município de Aveiro, IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. e Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas.

Maria Bessa

29-09-2019