Avançar para o conteúdo principal
Mariana Vasconcelos

Plantar o Futuro

Faz crescer esta ideia

Deslizar para o conteúdo principal

Pequenas ações, grandes impactos

O “Plantar o Futuro” assenta na ideia de que pequenas ações podem ter um grande impacto e de que se cada um de nós plantar uma árvore, um dia teremos uma floresta. Desafiamos os alunos, professores e funcionários da Universidade de Aveiro a adotar uma árvore autóctone, cuidar dela e, por fim, plantá-la e ajudar a erguer uma floresta!

Organizado pela Agora Aveiro em colaboração com o Grupo para a Sustentabilidade da Universidade de Aveiro e o Município de Estarreja, o “Plantar o Futuro” representa um movimento pela defesa e promoção da floresta autóctone e do seu valor na mitigação das alterações climáticas, resiliência contra incêndios e conservação da biodiversidade.

9

Anos de história

6500+

Árvores plantadas

730+

Voluntários

4500+

Adotantes

Como é que o projeto nasceu?

Este projeto é a expansão do “Biologia a Plantar o Futuro”, uma iniciativa que surgiu por vontade dos alunos da Licenciatura em Biologia da Universidade de Aveiro, em 2014.

Em 2018 o projeto passa a “Plantar o Futuro” e chega a toda a comunidade académica da Universidade de Aveiro. Em dezembro desse ano, os estudantes, funcionários e docentes adotaram carvalhos, azevinhos, amieiros e outras árvores autóctones, cuidaram delas ao longo de dois meses e, com a chegada da primavera, entregaram-nas à terra a pensar no futuro.

Através do projeto já foram plantadas milhares de árvores na Mata Nacional do Buçaco e nos Municípios de Albergaria-a-Velha, Lousada e Estarreja, contribuindo, igualmente, para a sensibilização e educação para a sustentabilidade de centenas de estudantes universitários.

Como plantamos o futuro?

 
 
 
 
 
maio - julho
1ª fase
Onde tudo começa

Compramos pequenas árvores nativas a um produtor local certificado. Estas são transplantadas para vasos maiores para permitir o seu crescimento e desenvolvimento.

Avanca, Estarreja, Aveiro
julho - outubro
2ª fase
Manutenção

As árvores são regadas e mantidas pela Equipa Técnica do Município de Estarreja, em estufas próprias, até à fase de adoção. Ocasionalmente, são também removidas pequenas “ervas daninhas” que tendem a crescer nos vasos.

Avanca, Estarreja, Aveiro
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
outubro
3ª fase
Adoção

Entregamos as árvores aos cuidados dos alunos, docentes e funcionários da Universidade de Aveiro para que por eles sejam cuidadas durante os meses seguintes.

Universidade de Aveiro, Aveiro
outubro - fevereiro
4ª fase
Cuidar das árvores

Durante esta fase, os adotantes cuidam das suas pequenas árvores. Disponibilizamos uma Linha de Apoio, a par do Guia Plantar o Futuro, para o esclarecimento de quaisquer dúvidas que possam surgir.

A tua casa
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
fevereiro - março
5ª fase
Vamos plantar o futuro!

Todos os adotantes são chamados de novo à ação para participar nas ações de reflorestação, controlo de plantas invasoras e visitas interpretativas.

Estarreja, Aveiro
março - (...)
6ª fase
Fazer crescer

Depois de plantadas, as árvores ficam de novo ao cuidado da Equipa Técnica do Município de Estarreja, para as fazer crescer e criar uma floresta.

Estarreja, Aveiro
 
 
 
 
 

Se cada um de nós plantar uma árvore, um dia teremos uma floresta

Sabe mais sobre a floresta autóctone

Ao longo das várias edições do Plantar o Futuro desenvolvemos um conjunto de guias com informação sobre como cuidar das nossas árvores. Estes guias, feitos com o apoio científico do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, contém informação sobre as espécies nativas utilizadas no projeto, bem como sobre espécies invasoras e a Floresta Portuguesa como um todo. Aqui podes ter acesso às várias edições deste guia.

O que fizemos

Plantámos mais de 6000 árvores autóctones ao longo dos 8 anos do projeto. No mapa poderás encontrar a localização das árvores plantadas desde a 2ª edição, em 2019. Clica na respetiva edição para as fazeres aparecer!

Perguntas Frequentes (FAQ)

O Plantar o Futuro é um projeto organizado pela Associação Agora Aveiro pela defesa e promoção da floresta autóctone e do seu valor na mitigação das alterações climáticas, resiliência contra incêndios e conservação da biodiversidade. É realizado em colaboração com a Universidade de Aveiro e o Município de Estarreja.


O Plantar o Futuro está aberto à participação de toda a comunidade académica da Universidade de Aveiro. Podem participar alunos, docentes e funcionários.


Podes participar no projeto adotando uma árvore nativa e cuidando dela até à sua plantação. Só precisas de fazer uma pré-inscrição no site e, no dia da entrega, apresentar o teu cartão de estudante, ou documento equivalente, para receberes a tua árvore.


A entrega será no dia 4 de outubro de 2023, quarta-feira. Realizar-se-á junto do Edifício Central da Reitoria, entre as 13H30 e as 16H30.


Não, dada a logística envolvida neste género de eventos, apenas nos é possível ter um momento de entrega. Contudo, poderás pedir a alguém que receba a árvore por ti. Essa pessoa deverá indicar o teu nome (primeiro e último), número mecanográfico e endereço de email.


O Plantar o Futuro é um projeto para todos os alunos, docentes e funcionários da UA. Para promover a participação do maior número de pessoas, cada participante pode adotar apenas uma árvore.


Sim, mas pedimos-te que devolvas a árvore que tens da última edição. A mesma precisa de ser plantada com urgência.


Não. A árvore que adotares, juntamente com todas as outras, foi cuidadosamente selecionada para preencher as lacunas das áreas a serem intervencionadas e ajudará na recuperação da floresta autóctone portuguesa. Para isso, precisa de ser devidamente plantada num sítio adequado e com o acompanhamento que garanta o seu crescimento e desenvolvimento.

Não te preocupes! Para responder a todas as tuas questões criámos o Guia Plantar o Futuro. Este, para além de informação sobre as necessidades de água e luz da tua árvore, tem uma coleção de factos sobre a floresta portuguesa, espécies invasoras e muito mais. Caso tenhas dúvidas, podes ainda contactar a nossa Linha de Apoio através do e-mail plantarofuturo@agoraaveiro.org, indicando o número da tua árvore (está colocado no vaso).


Uma árvore pode estar doente devido a uma variedade de fatores, desde fungos, a problemas com a luz e a rega, entre outros. Por essa razão, o nosso guia tem algumas dicas para te ajudar a identificar o problema. Tem ainda em atenção que algumas das árvores são de folha caduca, pelo que é normal estarem sem folhas durante o período de outono/inverno. Caso restem dúvidas podes contactar a nossa equipa através do e-mail plantarofuturo@agoraaveiro.org.


Infelizmente, algumas árvores podem morrer. No entanto, o vaso e o substrato podem ser aproveitados, pelo que é sempre necessária a sua entrega. Contacta a nossa equipa através do e-mail plantarofuturo@agoraaveiro.org para agendar a entrega.

As ações de reflorestação serão nos dias 9 de março e 6 de abril de 2024, em Estarreja. Sairemos da UA pelas 09H00, regressando às 18H00.


Estas ações são feitas em zonas de importância ecológica, com o acompanhamento das equipas da Agora Aveiro e do Município de Estarreja. Neste dia aprenderás a plantar corretamente uma árvore e participarás numa Ação de Controlo de Plantas Invasoras. Terás ainda a oportunidade de fazer uma Visita Interpretativa, onde ficarás a saber mais sobre o impacto que a tua árvore terá naquele ecossistema e comunidade.


As ações de reflorestação são gratuitas e estão abertas à participação de todos os inscritos no “Plantar o Futuro”, ou seja, todos os alunos, docentes e funcionários da UA que adotaram uma árvore.


Para participares nas ações de reflorestação só precisas de fazer uma inscrição no formulário que te será enviado para o email que indicaste aquando da tua inscrição no projeto. Caso não o recebas, contacta-nos através do email plantarofuturo@agoraaveiro.org.


Nesse caso a tua árvore terá que ser entregue à nossa equipa nos dias 21 ou 28 de fevereiro de 2024, nas traseiras do Complexo Pedagógico, na UA, entre as 09H00 e as 15H00. Caso não possas devolver a tua árvore nessa data, podes pedir a alguém que o faça por ti. Se tal não for possível, contacta-nos através do email plantarofuturo@agoraaveiro.org para agendar a sua entrega.


Disponibilizamos um autocarro para o transporte dos participantes desde o Edifício da Reitoria da Universidade de Aveiro até ao local da plantação e de regresso à UA.


A organização disponibiliza um autocarro por vista a diminuir o impacto ambiental da iniciativa. Contudo, caso faças questão de ir de transporte próprio ou alternativo, pedimos que estejas no local à hora marcada e entres em contacto com a nossa equipa a fim de se registar a tua presença e árvore.


As ações de reflorestação estão dirigidas aos participantes do Plantar o Futuro. Dada a limitação imposta pelo número de lugares do autocarro, caso pretendas levar um familiar ou amigo, pedimos que te dirijas ao local por transporte próprio.


O cancelamento ou reagendamento pode ser feito até 72 horas antes da plantação. Só assim conseguimos disponibilizar o teu lugar a outro interessado. No caso do reagendamento para outra plantação esta dependerá da existência de vagas. Por essa razão pedimos que tenhas a certeza da tua disponibilidade aquando da inscrição. O reagendamento ou cancelamento deverá ser feito através do email plantarofuturo@agoraaveiro.org.


Sim, aquando da entrada no autocarro a nossa equipa fará o registo dos participantes e árvores presentes. Deverás informar a nossa equipa que, para além da tua árvore, trazes contigo a árvore de outro participante.

Os nossos parceiros

O projeto une os esforços de vários stakeholders da sociedade, entre associações, entidades públicas e empresas, para sensibilizar para a importância da floresta nativa. Incutimos nos participantes os sentidos de responsabilidade social e ambiental e estimulamos o voluntariado como forma de exercício da cidadania ativa e participativa.
Quer ser nosso parceiro? Contacte-nos!

Organizador:

Coorganizadores:

Main Partner:

Golden Partners:

Silver Partners:

Parceiros:

Apoio:

Testemunhos

Lê a opinião de quem já participou neste projeto!

Júlio Gonçalves

Num mundo com tantos problemas ambientais e, mais precisamente, num país em que quase metade do território é composto por eucaliptos e pinheiros, são projetos como Plantar o Futuro que permitem restaurar a nossa floresta. Conheci este projeto na sua primeira edição e com ele, aprendi muito sobre várias árvores da nossa região e a sua importância na nossa história. Além disso, cuidar de uma muda é uma tarefa que incita a responsabilidade e planta-la uma experiência gratificante.

Maria Bartolomeu

Na última edição do Plantar o Futuro, escolhi um freixo ainda muito pequenino e com poucas folhas. Cuidei dele, sabendo que mais tarde iria ser transplantado em ambiente florestal. Agora, o “meu” freixo estará maior e, juntamente com todas as outras árvores, está a desempenhar o seu papel na construção de uma floresta autóctone e na conservação da biodiversidade.

João Ferrão

Poucos acreditam que é possível mudar o mundo, então, naquele dia, acordei cedo e fui mostrar que a mudança para um mundo melhor passa por nós. Decidi, assim, “Plantar o Futuro” com um amieiro. Com um grupo de membros da Agora Aveiro predestinados a ajudarem, pegar numa enxada e cavar o futuro torna fácil e divertida a utopia.

Inês Tocha

A oportunidade de adotar uma árvore nativa de Portugal e de assistir ao seu desenvolvimento, faz do Plantar o Futuro um projeto enriquecedor. Considero que as ações de reflorestação e controlo de invasoras constituem os aspetos mais instrutivos desta iniciativa, devido à bagagem educativa que se adquire. O convívio, a visita guiada e a ausência de custos tornam o projeto ainda mais envolvente.

Vanessa Ferreira

Comecei a participar neste projeto no seu início em 2014, era o meu primeiro ano na UA. Aí adotei um carvalho e cuidei dele num pacote de leite reutilizado até à sua plantação. Foi uma experiência incrível! Todo o conceito desta iniciativa é dar um pouco de cada um de nós para ajudar as nossas florestas. Desde então, tenho participado continuamente e continuarei a fazê-lo. Afinal, um contributo hoje é um passo para o crescimento de algo maior no futuro, uma árvore de cada vez.